Topo

Guinness reconhece japonês de 112 anos como homem mais velho do mundo

10/04/2018 10h40

ASHORO, Japão (Reuters) - Um japonês de 112 anos de idade que nasceu meses antes de Albert Einstein publicar a teoria da relatividade especial foi reconhecido nesta terça-feira como o homem mais velho do mundo.

Masazo Nonaka, nascido no dia 25 de julho de 1905, herdou o título depois que o espanhol Francisco Núñez Olivera morreu neste ano aos 113 anos, informou o Guinness World Records.

Agricultor e lenhador na juventude, Nonaka mais tarde administrou uma pousada de águas termais em sua cidade-natal de Ashoro, na ilha de Hokkaido, 900 quilômetros ao norte de Tóquio, e criou dois filhos e três filhas.

Nonaka gosta de termas e doces, principalmente de bolos de pão de ló de morango. Ele foi acompanhado por parentes e autoridades em uma cerimônia de premiação realizada nesta terça-feira.

O título do Guinness para o homem mais velho que já viveu é de outro japonês, Jiroemon Kimura, que faleceu aos 116 anos e 54 dias de idade.

A idade mais elevada já confirmada para qualquer ser humano é 122 anos e 164 dias, marca alcançada pela francesa Jeanne Louise Calment, que morreu em 1997.

         (Reportagem de Hyun Oh)