Rússia diz que qualquer realocação secreta de ex-espião Skripal e sua filha será "sequestro"

LONDRES (Reuters) - A embaixada da Rússia em Londres disse que irá considerar qualquer realocação secreta de Sergei e Yulia Skripal, o ex-agente duplo russo e sua filha que foram envenenados no mês passado na Inglaterra, como um sequestro de seus cidadãos.

Se a dupla for secretamente realojada, a oportunidade de ouvir suas versões dos acontecimentos será perdida, disse a embaixada.

"O mundo, não tendo nenhuma oportunidade de interagir com eles, terá toda razão de ver isso como um sequestro de dois cidadãos russos ou, pelo menos, de seu isolamento", disse, em seu site.

Yulia Skripal recebeu alta de um hospital mais cedo nesta terça-feira, mais de um mês depois de ser envenenada por um agente nervoso de nível militar junto com seu pai.

O Reino Unido acusou a Rússia de estar por trás do ataque, o que Moscou nega.

(Reportagem de Sarah Young)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos