Kremlin diz que não participa de "diplomacia via Twitter" após tuítes de Trump sobre Síria

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin disse nesta quarta-feira que não se envolve em "diplomacia via Twitter", depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou a rede social para advertir a Rússia sobre uma iminente ação militar na Síria, relatou a agência de notícias Interfax.

Segundo a agência, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que cuidados devem ser tomados para não agravar a situação na Síria.

"Nós não participamos de diplomacia via Twitter", disse Peskov, de acordo com a Intefax. "Nós apoiamos abordagens sérias. Nós continuamos a acreditar que é importante não tomar passos que podem prejudicar uma situação já frágil."

(Reportagem de Denis Pinchuk)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos