Embraer diz que mantém discussão com Boeing, mas ainda não chegou a acordo

SÃO PAULO (Reuters) - A Embraer informou nesta quarta-feira que mantém discussões com a norte-americana Boeing para combinação de negócios das duas empresas, mas que um acordo ainda não foi alcançado.

A empresa divulgou comunicado nesta quinta-feira respondendo a questionamento da Comissão de Valores Mobiliários sobre reportagens publicadas pela imprensa sobre a possibilidade de um acordo poder ser concluído já na próxima semana.

Segundo a Embraer, entre as possibilidades de combinação de negócios está a criação de uma empresa separada na área de aviação comercial, "deixando por outro lado separadas as demais atividades notadamente aquelas vinculadas à área de defesa e, possivelmente, também a área de aviação executiva, que permaneceriam exclusivamente com a Embraer".

Mais cedo, fontes afirmaram à Reuters que detalhes importantes da combinação das empresas ainda não foram acertados e que um acordo não deverá ser alcançado no curto prazo.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos