Topo

Treino da Força Aérea de Israel provoca susto em Tel Aviv em meio a tensão na Síria

12/04/2018 10h28

TEL AVIV (Reuters) - As linhas de emergência da polícia de Israel ficaram congestionadas nesta quinta-feira depois que aviões de guerra sobrevoaram o litoral de Tel Aviv soltando sinalizadores antimíssil e realizando acrobacias em um momento de tensão na fronteira com a Síria.

Foi só um ensaio para a apresentação anual da Força Aérea no Dia da Independência em 19 de abril, e voos de treinamento são realizados todos os anos, mas nenhum aviso prévio foi emitido.

"Recebemos muitas chamadas de cidadãos preocupados com o barulho de um esquadrão de aviões na área de Tel Aviv", disse a polícia em um comunicado. "Gostaríamos de esclarecer que eles estavam treinando para a exibição aérea do Dia da Independência. Não há nenhuma emergência."

Sob os céus claros acima das praias do Mediterrâneo, dois caças F-15 fizeram uma série de curvas fechadas, ascensões e mergulhos durante o que pareceu uma perseguição de mentira.

Na quarta-feira o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou a Rússia para uma ação militar iminente na Síria em reação a um suposto ataque com gás venenoso, e Israel realizou consultas de segurança de alto nível devido aos temores de se tornar um alvo da retaliação síria ou iraniana.

Trump disse nesta quinta-feira que um possível ataque na Síria pode ocorrer "muito em breve ou nem tão logo assim".

Apesar das tensões, o comandante das Forças Armadas de Israel, tenente-general Gadi Eizenkot, viajou à Polônia na manhã desta quinta-feira para participar de eventos do Dia da Lembrança do Holocausto.