UE alerta Síria sobre novas sanções, pede para Rússia e Irã agirem

BRUXELAS (Reuters) - A União Européia (UE) pediu no sábado que Rússia e Irã ajudem a impedir novos ataques com armas químicas do governo sírio, alertando para novas sanções econômicas contra aquele país.

"A UE apela a todos os países, especialmente à Rússia e ao Irã, para que usem sua influência para impedir qualquer novo uso de armas químicas, principalmente pelo regime sírio", afirmou a União Européia em um comunicado.

O comunicado afirma que a UE impôs sanções à Síria em julho de 2017 e março deste ano e que "está sempre pronta para considerar a imposição de novas medidas".

(Reportagem de Robin Emmott)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos