Adolescente palestino morre após ser ferido por disparos israelenses na fronteira de Gaza

Por Nidal al-Mughrabi

GAZA (Reuters) - Um jovem palestino de 15 anos morreu neste sábado após ser atingido por um tiro no dia anterior disparado pelas tropas israelenses durante protestos na fronteira de Gaza, disse o Ministério da Saúde palestino.

Forças israelenses mataram 42 palestinos desde que os moradores de Gaza começaram a protestar ao longo da fronteira no dia 30 de março. Os manifestantes estão pressionando pelo direito de refugiados e seus descendentes retornarem ao que hoje é Israel.

O adolescente morto foi identificado como Azzam Aweida. Centenas de pessoas se reuniram em sua casa ao sul da cidade de Khan Younis para seu funeral.

Os presentes carregaram seu corpo, envolvo na bandeira palestina, para uma mesquita próxima para rezar antes do enterro.

"Meu filho é um mártir e eu tenho muito orgulho dele", disse seu pai, Helal Aweida.

Os palestinos dizem que Israel está fazendo uso de força excessiva contra os manifestantes, 2 mil dos quais foram feridos por tiros.

O uso por parte de Israel de munição letal tem gerado críticas internacionais.

Israel diz estar protegendo suas fronteiras e que toma tais ações apenas quando os manifestantes, alguns arremessando pedras e rolando pneus queimando, chegam muito perto da cerca da fronteira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos