Explosão em mesquita mata ao menos 20 no nordeste da Nigéria

YOLA, Nigéria (Reuters) - Explosões dentro e nos arredores de uma mesquita localizada no nordeste da Nigéria mataram ao menos 20 pessoas nesta terça-feira, informou a polícia.

As detonações ocorridas na cidade de Mubi têm a marca registrada do grupo militante islâmico Boko Haram, que mantém uma insurgência no país mais populoso da África desde 2009 e utiliza homens-bomba com frequência em locais movimentados.

Na quinta-feira o grupo jihadista realizou um ataque em Maiduguri, capital do Estado vizinho de Borno, que matou quatro pessoas.

Mais de 30 mil pessoas já foram mortas pela insurgência, que também obrigou cerca de dois milhões de pessoas a fugirem de casa.

Abdullahi Yerima, comissário de polícia do Estado de Adamawa, disse que um homem-bomba atacou a mesquita perto das 13h locais e que um segundo suicida detonou um artefato a cerca de 200 metros enquanto os fiéis fugiam.

"Cerca de 20 pessoas morreram", disse, acrescentando que mais de uma dúzia ficou ferida.

O Boko Haram ocupou territórios em Adamawa em 2014, mas tropas expulsaram os insurgentes no início de 2015 e Mubi ficou relativamente em paz até o ataque de um homem-bomba cometido em novembro de 2017 que vitimou 50 pessoas.

A insegurança se tornou um tema político quente tendo em vista a eleição nacional no ano que vem, na qual o presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, que tomou posse em 2015 prometendo pôr fim à ambição do Boko Haram de criar um Estado islâmico no nordeste do país, disse que pretende concorrer.

(Por Alexis Akwagyiram)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos