Irã diz que Síria tem todo direito de se defender de Israel

ANCARA (Reuters) - O Irã expressou apoio nesta sexta-feira ao direito da Síria de se defender da agressão de Israel, noticiou a televisão estatal, acusando outros países de silenciarem a respeito dos ataques ao importante aliado regional de Teerã.

"O Irã condena fortemente... os ataques (de Israel) à Síria. O silêncio da comunidade internacional estimula a agressão de Israel. A Síria tem todo direito de se defender", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Bahram Qasemi, segundo a emissora.

Israel diz ter atacado quase toda infraestrutura militar do Irã na Síria na quinta-feira depois que forças iranianas dispararam mísseis contra território controlado por Israel pela primeira vez, o embate militar mais intenso da história entre os dois adversários.

O confronto aconteceu dois dias depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirar seu país do acordo nuclear multinacional de 2015 concebido para conter o programa nuclear do Irã.

Teerã e milícias xiitas aliadas apoiam o presidente sírio, Bashar al-Assad.

O Irã se recusa a reconhecer Israel desde sua Revolução Islâmica de 1979.

(Por Parisa Hafezi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos