ONU envia especialistas ao Congo para combater Ebola

KINSHASA (Reuters) - Agências da ONU começaram a enviar equipes de especialistas durante o fim de semana à República Democrática do Congo para tentar impedir a disseminação de um surto de Ebola que pode ter infectado mais de 30 pessoas, anunciaram autoridades no domingo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recebeu 4.000 doses de uma vacina experimental para Ebola e estava preparando o envio para o país, disse o diretor da OMS para a África, Matshidiso Moeti, por telefone à Reuters no domingo.

Apenas dois casos foram confirmados até o momento em laboratório.

O caso suspeito mais recente foi registrado na sexta-feira na província do Equador, que recebeu a visita do ministro da Saúde, Oly Ilunga Kalenga, no sábado, acompanhado de funcionários da OMS e do Unicef.

O presidente Joseph Kabila também se reuniu com o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em Kinshasa, no domingo.

(Reportagem de Amedee Mwarabu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos