Trump diz que China tem "muito a dar" em negociações comerciais com EUA

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que "nada aconteceu" com a empresa chinesa ZTE Corp, e que Pequim tem "muito a oferecer" a Washington nas negociações comerciais bilaterais.

Na segunda-feira, Trump defendeu sua decisão de rever as punições impostas à ZTE por desrespeitar as sanções norte-americanas ao comércio com o Irã, em parte dizendo que isso se refletia em um acordo mais amplo que os EUA estão negociando com a China.

"Nada aconteceu com a ZTE exceto que está incluída no acordo comercial mais amplo", disse Trump em publicação no Twitter.

"Ainda não vimos as demandas da China, que devem ser poucas uma vez que as administrações anteriores dos EUA foram tão mal nas negociações. Os EUA têm muito pouco a oferecer, porque deram muito ao longo dos anos. A China tem muito a oferecer!"

Parlamentares norte-americanos rejeitaram na terça-feira qualquer plano de Trump para aliviar as restrições à ZTE, chamando a empresa de telecomunicações de uma ameaça à segurança e prometendo não abandonar a legislação que reprimem a empresa.

"Não houve desdobramento como a mídia adoraria que as pessoas acreditassem, as reuniões ainda nem começaram!", acrescentou Trump nos tuítes nesta quarta-feira.

(Reportagem de Doina Chiacu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos