Ao menos uma pessoa morre em protesto no Irã, diz agência Fars

ANCARA (Reuters) - Ao menos uma pessoa foi morta na cidade de Kazerun, no sul do Irã, quando manifestantes atearam fogo a um posto policial, disse a agência de notícias semioficial Fars nesta quinta-feira.

Segundo a agência, o protesto na noite de quarta-feira deixou ao menos um morto e pelo menos outros seis feridos.

"Um número pequeno de manifestantes se reuniu para protestar contra uma decisão de autoridades locais de dividir alguns distritos de Kazerun e incorporá-los a uma nova cidade", reportou a Fars.

A elite do Irã está preocupada em prevenir qualquer repetição das tensões de dezembro do ano passado, quando multidões realizaram manifestações em 80 cidades contra os baixos padrões de vida, alguns pedindo que líderes clérigos xiitas deixassem seus cargos.

Uma autoridade local disse que a situação estava sob controle em Kazerun, mas que "ainda havia protestos esporádicos", reportou a agência de notícias Isna.

A Fars disse serem "falsas e exageradas" reportagens de alguns grupos da oposição que alegam que diversas pessoas foram mortas e dezenas detidas em conflito com forças de segurança.

(Por Parisa Hafezi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos