Trump diz que países que não cumprirem obrigações da Otan terão que lidar com isso

Por James Oliphant e Lisa Lambert

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira que membros da Otan que não contribuírem completamente ao grupo terão que "lidar com isso" e destacou a Alemanha como um país que disse não estar fazendo o suficiente.

Em encontro de gabinete com presença do secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte, Jens Stoltenberg, Trump listou países que disse que haviam pago a quantia “que deveriam estar pagando”.

    “Nós temos alguns que não e, bem, eles terão que lidar com isso”, disse Trump.

    Ele acrescentou que a Alemanha “não contribuiu o que deveria estar contribuindo e que é uma grande beneficiária”.

    Apesar de frequentemente discordar de Trump em outras áreas, a chanceler alemã, Angela Merkel, concorda que a Alemanha deve contribuir mais e quer que o país impulsione gastos militares para cumprir a meta da Otan de 2 por cento. Ela disse a autoridades militares seniores na segunda-feira que maiores gastos são necessários em face das mudanças de exigências de segurança no mundo.

    Stoltenberg elogiou o trabalho de Trump em escorar a Otan, cujo propósito contínuo foi questionado por Trump durante campanha da eleição de 2016.

    Sentado à direita de Trump, Stoltenberg disse: “Sua liderança em gastos de defesa tem realmente ajudado a fazer uma diferença”.

    “Isto está impactando aliados porque agora todos os aliados estão aumentando gastos em defesa”, disse. “Nenhum aliado está cortando seu orçamento”, completou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos