Coreia do Sul pede mais conversas informais com Norte; EUA preparam cúpula com Pyongyang

Por Hyonhee Shin e Josh Smith

SEUL (Reuters) - O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, disse nesta segunda-feira que poderia haver mais conversas improvisadas com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, enquanto autoridades dos Estados Unidos preparam um encontro histórico entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e Kim.

Moon e Kim Jong Un realizaram uma reunião de surpresa no sábado no vilarejo fronteiriço de Panmunjom, durante a qual concordaram que a cúpula Coreia do Norte-EUA precisa acontecer.

"O mais importante de tudo em relação à cúpula intercoreana mais recente foi que os líderes entraram em contato facilmente, marcaram uma reunião facilmente e se encontraram para debater questões urgentes facilmente, sem procedimentos e formalidades complicadas, como um encontro casual", disse Moon em uma reunião com secretários de alto escalão de seu governo.

Na semana passada Trump anunciou que havia desistido de uma reunião com Kim planejada para o dia 12 de junho em Cingapura, mas depois anunciou que havia reconsiderado e que autoridades norte-americanas e norte-coreanas estão acertando os detalhes para o encontro.

No domingo, o Departamento de Estado dos EUA disse que autoridades dos dois países em questão se reuniram em Panmunjom, vilarejo localizado na Zona Desmilitarizada ao longo da fronteira intensamente armada entre as duas Coreias.

Um equipe avançada de autoridades dos EUA também está viajando a Cingapura para se encontrar com norte-coreanos no local, informou a Casa Branca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos