Homem mata 3 na Bélgica antes de ser morto a tiros pela polícia

BRUXELAS (Reuters) - Um homem armado matou duas policiais e uma transeunte, nesta terça-feira, antes de ser morto a tiros no centro da cidade belga de Liège, informou a emissora pública RTBF em seu site, em um incidente que está sendo investigado por procuradores como um possível ato de terrorista.

Em coletiva de imprensa, o procurador local disse que o homem atacou as duas policiais com uma faca, roubou uma de suas armas e depois as matou a tiros.

Ele também matou uma jovem que estava dentro de um carro estacionado no local e se escondeu em uma escola, onde foi morto após troca de tiros durante a qual diversos outros policiais foram feridos.

Segundo o jornal La Libre Belgique, uma fonte policial disse que o homem gritou Allahu Akbar (Deus é o maior, em árabe) durante o ataque.

O centro nacional de crise antiterrorismo, que o ministro do Interior, Jan Jambon, disse no Twitter estar monitorando a situação, afirmou que a possibilidade de terrorismo não pode ser descartada, embora outras razões também estejam sendo consideradas.

"(O terrorismo) é uma das questões sobre a mesa, mas neste momento todos os cenários estão abertos", disse um porta-voz do centro de crise.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos