Líder de italiano 5 Estrelas pede que Liga desista de indicação para ministro da Economia

ROMA (Reuters) - O líder do anti-establishment Movimento 5 Estrelas, da Itália, fez um apelo nesta quarta-feira para que a Liga, de extrema-direita, desista de insistir que o economista eurocético Paolo Savona se torne ministro da Economia em um governo de coalizão entre os dois partidos.

O 5 Estrelas e a Liga propuseram Savona para liderar a pasta em uma coalizão que parecia destinada a assumir o poder na semana passada, mas o presidente da Itália vetou o nome de Savona devido às suas visões sobre o euro, renovando assim a incerteza política.

"Vamos encontrar alguém do calibre de Savona, que permaneceria no governo em outro ministério", disse o líder do 5 Estrelas, Luigi Di Maio, em sua conta no Facebook depois de se reunir com o presidente italiano, Sergio Mattarella. "Se a Liga concordar... ainda podemos formar um governo."

Até o momento, a Liga se recusa a participar de qualquer governo que não tenha Savona como ministro da Economia.

(Reportagem de Gavin Jones)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos