Criação de vagas de emprego dos EUA acelera em maio, taxa de desemprego cai para 3,8%

SÃO PAULO (Reuters) - O crescimento do emprego nos Estados Unidos acelerou em maio e a taxa de desemprego caiu para uma mínima de 18 anos de 3,8 por cento, apontando para um rápido aperto nas condições do mercado de trabalho, o que pode gerar preocupação com a inflação.

O relatório de emprego do Departamento do Trabalho dos EUA divulgado nesta sexta-feira também mostrou que os salários subiram solidamente no mês passado, cimentando as expectativas de que o Federal Reserve aumentará a taxa de juros em junho.

Os EUA criaram 223 mil vagas de emprego fora o setor agrícola no mês passado e dados de março e abril foram revisados ​​para mostrar que a economia criou 15 mil empregos a mais do que o relatado anteriormente. Economistas culparam o mau tempo pela desaceleração no crescimento dos empregos nesses dois meses.

(Por Lucia Mutikani)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos