Turista libanesa responderá na Justiça por insultar o Egito no Facebook

CAIRO (Reuters) - Uma turista libanesa que postou um vídeo no Facebook reclamando de assédio sexual e das condições do Egito foi encaminhada para julgamento criminal e teve sua detenção por 15 dias ordenada, afirmou um procurador público egípcio neste domingo.

Mona el-Mazboh foi detida na última quinta-feira quando foi presa no aeroporto do Cairo no final de sua estadia no Egito, depois que seu vídeo viralizou nas redes sociais.

No vídeo, Mazboh reclama de ser assediada sexualmente por motoristas de táxi e por jovens nas ruas. Ela também reclama de um atendimento ruim em um restaurante durante o mês sagrado do Ramadã, e de um incidente no qual seu dinheiro foi roubado em uma visita anterior ao país.

A libanesa pode pegar entre três e cinco anos de prisão se for considerada culpada, de acordo com um dos advogados que registraram queixas contra ela.

(Reportagem de Haitham Ahmed e Mohamed Abdellah)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos