PUBLICIDADE
Topo

Bases militares dos EUA podem abrigar crianças imigrantes separadas dos pais

22/06/2018 07h26

Por Idrees Ali e Richard Cowan e Steve Holland

WASHINGTON/MCALLEN, Texas (Reuters) - As Forças Armadas norte-americanas foram orientadas a se preparar para abrigar até 20 mil crianças imigrantes, disseram autoridades na quinta-feira, à medida que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tenta reverter uma política amplamente criticada de separar famílias imigrantes.

Embora nenhuma decisão tenha sido tomada até o momento, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS) já preparou três bases militares no Texas e irá analisar outra no Arkansas, disse a porta-voz do Pentágono, Dana White.

Segundo ela, o HHS pediu que o Pentágono "determine suas capacidades de fornecer até 20 mil camas temporárias para crianças estrangeiras desacompanhadas" em instalações militares.

White não deu mais detalhes e não ficou claro quantas das crianças que podem ser enviadas às bases já estão detidas em outras unidades.

Trump e seu governo têm sido fortemente criticados nas últimas semanas por separarem mais de 2.300 crianças de suas famílias para processar seus pais por cruzar a fronteira ilegalmente.