PUBLICIDADE
Topo

Onda de calor no Reino Unido testa recordes de temperatura

27/07/2018 15h48

Por James Davey e David Milliken

LONDRES (Reuters) - Ingleses sofreram com o calor escaldante no que foi chamado de "sexta-feira fornalha", embora as temperaturas não chegaram a alcançar novos recordes, após tempestades durante a noite, segundo números de meteorologistas do governo no Met Office.

Na quinta-feira, as temperaturas alcançaram 35,3 graus Celsius em Faversham, no sudeste da Inglaterra, marcando oficialmente o dia mais quente do ano.

"A temperatura máxima de hoje parece que será de 34,7ºC, registrada no Tibenham Airfield em Norfolk", disse o Met Office nesta sexta-feira, no momento em que começava a chover em Londres.

O recorde histórico inglês é 38,5ºC, registrado em agosto de 2003 perto de Faversham, enquanto a temperatura mais alta já registrada em um mês de julho foi de 36,7ºC em 2015 no aeroporto de Heathrow, em Londres.

A prolongada onda de calor no Reino Unido transformou grama verde em marrom, desencadeou uma proibição de uso de mangueiras no noroeste do Reino Unido e um alerta do governo para que as pessoas fiquem fora do sol.

Produtores também alertaram sobre a possibilidade de escassez de alimentos e hospitais tiveram um aumento nos casos de pacientes com doenças relacionadas ao calor.