PUBLICIDADE
Topo

Taliban aceita convite da Rússia para negociações de paz; governo afegão rejeita

22/08/2018 20h19

Por Rupam Jain e Jibran Ahmed

CABUL (Reuters) - O Taliban informou nesta quarta-feira que irá enviar membros seniores à Rússia para conversas sobre paz no Afeganistão, horas após o governo afegão rejeitar uma oferta para participar.

A Rússia convidou diversos países, incluindo os Estados Unidos, para negociações em Moscou em setembro, mas Washington e o Afeganistão informaram que não irão participar.

    “Nossos líderes aceitaram o convite da Rússia para participar de conversas de paz lideradas pela Rússia”, disse o porta-voz do Taliban, Zabihullah Mujahid.

    Ao menos quatro membros seniores do Taliban irão participar, disse um comandante do Taliban, acrescentando que a delegação será liderada por Sher Mohammad Abbas Stanekzai, chefe do escritório político do grupo islâmico na capital do Catar, Doha.

    Horas antes, o governo afegão informou que não iria participar, em uma decisão que pode afundar planos de Moscou para conversas em 4 de setembro para discutir o futuro do país.

    “Nós decidimos contra participação na conferência em Moscou”, disse uma autoridade do Ministério das Relações Exteriores do Afeganistão, acrescentando que o governo irá “sediar conversas diretas” com o Taliban sem envolvimento direto de potências estrangeiras.

    Parece ter havido uma mudança na postura de Cabul. Mais cedo nesta quarta-feira, o gabinete do assessor de segurança nacional do Afeganistão, Hanif Atmar, informou que ele havia pedido para o embaixador russo Alexander Mantytski “colocar pressão sobre insurgentes do Taliban para iniciar negociações com o governo afegão”.

A embaixada da Rússia em Cabul não estava imediatamente disponível para comentários.