PUBLICIDADE
Topo

Colômbia sediará reunião com Equador e Peru sobre migração venezuelana

23/08/2018 18h47

BOGOTÁ (Reuters) - Autoridades da Colômbia, do Equador e do Peru irão se encontrar em Bogotá na semana que vem para procurar uma solução para o crescente êxodo de migrantes da Venezuela, que está sobrecarregando países sul-americanos.

O chefe da autoridade migratória da Colômbia, Christian Kruger, disse em comunicado nesta quinta-feira que os três países irão se encontrar na segunda-feira e na terça-feira para discutir os problemas causados pelos milhares de venezuelanos que cruzam as fronteiras todos os dias para fugir da crise econômica e o impacto dos controles de passaportes recém implementados por Peru e Equador.

"O êxodo dos cidadãos venezuelanos não é um problema exclusivo da Colômbia, do Peru, do Equador ou de outro país. Isso é um problema regional e nós devemos tratá-lo como tal", disse Kruger.

Nas últimas duas semanas, Equador e Peru anunciaram regras mais estritas para a entrada de venezuelanos, exigindo que eles tenham passaportes válidos e não apenas o documento de identificação nacional. No Brasil, manifestantes levaram centenas de imigrantes a cruzarem a fronteira de volta.

O Ministério da Informação da Venezuela não respondeu imediatamente a pedido por comentário.

O ministro das Relações Exteriores do Peru disse na terça-feira que Lima estava convocando uma reunião do conselho permanente da Organização dos Estados Americanos para discutir a migração venezuelana.

Mais de um milhão de venezuelanos entraram na Colômbia nos últimos 15 meses, de acordo com estimativas oficiais, mas Equador, Peru, Chile e Brasil também receberam muitos migrantes.

(Por Helen Murphy; Reportagem adicional por Brian Ellsworth e Mitra Taj)