PUBLICIDADE
Topo

EUA dizem que ataque aéreo matou 18 militantes somalis

22/09/2018 13h11

WASHINGTON (Reuters) - Forças dos EUA que atuam em autodefesa convocaram um ataque aéreo a militantes do al Shabaab, na província de Lower Juba, no sul da Somália, matando cerca de 18 extremistas islâmicos, disse neste sábado o Comando da África.

Tropas do governo somali que acompanham a unidade dos EUA mataram outros dois combatentes do grupo ligado à Al Qaeda com disparos durante o confronto ocorrido na sexta-feira.

"O ataque aéreo dos EUA foi realizado contra militantes depois que os EUA e as forças parceiras foram atacados", disse o Comando da África, em comunicado.

"Atualmente, não avaliamos que civis tenham sido feridos ou mortos".

O confronto ocorreu a cerca de 30 milhas a noroeste da cidade portuária de Kismayo, no Baixo Juba.

As forças dos EUA estão na Somália apoiando um governo apoiado pela ONU contra o al Shabaab, um grupo extremista islâmico que perdeu o controle da maioria das cidades do país depois de se retirar da capital, Mogadíscio, em 2011.

(Reportagem de Jonathan Landay)