PUBLICIDADE
Topo

Vice de Bolsonaro classifica 13º de "jabuticaba" e defende reforma trabalhista "séria"

27/09/2018 14h07

(Reuters) - O candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), o general da reserva do Exército Hamilton Mourão (PRTB), chamou o pagamento do 13º salário para o trabalhador de "jabuticaba brasileira" e defendeu a realização de uma "séria" reforma trabalhista.

"Jabuticabas brasileiras, décimo terceiro salário. Se a gente arrecada 12, como é que nós pagamos 13? É complicado. É o único lugar onde a pessoa entra em férias e ganha mais, é aqui no Brasil. São coisas nossas, a legislação que está aí. É sempre a visão dita social com o chapéu dos outros, não com o chapéu do governo", disse Mourão em palestra no Clube dos Diretores Logistas de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, na quarta-feira.

O candidato a vice sugeriu a realização de uma nova reforma trabalhista a fim de reduzir encargos para o empregador.

"Nós sabemos perfeitamente o custo que tem o trabalhador, essa questão do imposto sindical e tal em cima da atividade produtiva, é o maior custo que existe", disse, ao considerar que há "algumas jabuticabas" que comparou serem "mochilas nas costas" de todo o empresariado.

(Por Ricardo Brito, em Brasília)