PUBLICIDADE
Topo

Grupo de oposição em Bangladesh diz querer "fortemente" disputar eleições de dezembro

29/09/2018 15h57

Por Serajul Quadir

DACA (Reuters) - O principal grupo político da oposição em Bangladesh, o Partido Nacionalista de Bangladesh (BNP, em inglês), quer "fortemente" participar das eleições nacionais que acontecem dentro de três meses, disse neste sábado o secretário-geral da legenda, Mirza Fakhrul Islam Alamgir.

O BNP fará uma reunião pública na capital do país neste domingo e apresentará demandas que incluem a libertação do líder aprisionado Khaleda Zia, a instalação de um governo provisório neutro, e envolvendo o exército pra supervisionar as eleições de dezembro, afirmou o secretário.

"Como um grande partido, temos todos os preparativos para participar na próxima eleição, mas para isso precisamos de condições equitativas, o que não existe", disse ele. "Estamos exigindo um governo neutro, pois é nossa experiência que, com o partido governista, não poderá haver uma eleição livre e justa."

A entrevista marca a primeira vez que o BNP explicitamente comunicou os planos para concorrer a eleição nacional, durante a qual a Liga Awami do primeiro-ministro --acusado de regime cada vez mais autoritário-- deve enfrentar dura disputa.

As eleições em Bangladesh, que tornou-se independente em 1971, são normalmente marcadas por violência e protestos, e as eleições de dezembro não devem ser diferentes, já que vários membros do BNP, incluindo o líder, estão presos.

O BNP boicotou as eleições de 2014, depois que a Liga Awami, que está no poder desde 2009, recusou as demandas de implementar um governo provisório não-partidário.

(Por Zeba Siddiqui)