PUBLICIDADE
Topo

Comparecimento a referendo para trocar nome da Macedônia não deve atingir mínimo de 50%

30/09/2018 15h38

SKOPJE (Reuters) - O comparecimento ao referendo da Macedônia sobre a possibilidade de mudar o nome do país para resolver uma disputa com a Grécia ficará abaixo do patamar de 50 por cento necessário para tornar a votação válida, disse um funcionário do governo à Reuters sob condição de anonimato.

O governo pró-ocidental da Macedônia pediu ao público que apoie a mudança de nome para República da Macedônia do Norte, para resolver uma disputa de décadas com a Grécia, que havia bloqueado as candidaturas da Macedônia à União Europeia e à Otan. Os opositores da mudança pediram um boicote da votação.

"Está claro agora que é improvável que o número de participantes alcance o limite de 50 por cento", disse a autoridade à Reuters. A Comissão Eleitoral do Estado disse que o comparecimento às 18h30 locais era de 34 por cento.