Relatos de ataque a tiros em escola na Carolina do Norte são descartados como alarme falso

(Reuters) - Os relatos de que um ataque a tiros estaria acontecendo em uma escola no Estado norte-americano da Carolina do Norte foram um alarme falso, provocado por um defeito em um aquecedor que soou como disparos de fuzil, segundo a mídia local.

"Não há atirador ativo", disse o diretor de gerenciamento de emergências do condado de Penter, Tom Collins, segundo o jornal Fayetteville Observer. "É um aquecedor de água defeituoso".

Collins disse que um barulho provocado pelo aquecedor "soou exatamente como o disparo de um AR-15 (fuzil semiautomático)", reportou o jornal. O alarme falso provocou retiradas e fez com que a escola Topsail, na cidade de Hampstead, fosse isolada.

Collins não respondeu de imediato a pedido por comentário e não ficou claro o que causou o problema no aquecedor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos