PUBLICIDADE
Topo

Congo aprova testes de novos tratamentos para Ebola

24/11/2018 15h22

KINSHASA (Reuters) - As autoridades congolesas deram aval para testes com quatro medicamentos experimentais contra o vírus Ebola, o que permitirá que pesquisadores coletem dados sobre a sua eficácia dos tratamentos, disse neste sábado o Ministério da Saúde.

Os profissionais de saúde têm administrado tratamentos terapêuticos para mais de 150 pacientes com Ebola desde agosto, em um esforço para conter o pior dos dez surtos de febre hemorrágica na República Democrática do Congo desde 1976.

Mas até agora, os médicos têm tratado os doentes caso a caso. Até o último final de semana, 151 pacientes haviam recebido um dos quatro medicamentos.

Desses, 76 tinham se recuperado, 44 ​​morreram e 31 seguiam hospitalizados, uma taxa de mortalidade de 37 por cento em comparação com cerca de 80 por cento entre os que não foram tratados.

O ministério disse que os dados do surto atual provavelmente não serão suficientes para tirar conclusões definitivas sobre a eficácia dos tratamentos e testes podem continuar por futuros surtos.

Pelo menos 228 pessoas morreram da doença, e a Organização Mundial da Saúde disse na semana passada que espera que o surto dure pelo menos mais seis meses.

(Reportagem de Giulia Paravicini)