Topo

Macron diz que nada pode justificar violência em Paris

01/12/2018 17h32

BUENOS AIRES (Reuters) - O presidente da França, Emmanuel Macron, disse que a onda de violência e vandalismo em Paris neste sábado não pode ser justificada de forma alguma e não tem nada a ver com uma manifestação pacífica de raiva legítima.

"Nenhuma causa justifica que forças de segurança sejam atacadas, lojas saqueadas, prédios públicos ou privados incendiados, pedestres ou jornalistas ameaçados ou que o Arco do Triunfo seja manchado", disse Macron em entrevista coletiva em Buenos Aires, onde participava da cúpula do G20.

Ele disse ainda que aqueles que foram em frente com atos de violência simplesmente procuraram espalhar o caos. Ele afirmou que convocará uma reunião de ministros seniores assim que voltar ao país para discutir como responder aos eventos.

(Por John Irish)