Topo

Popularidade de Macron volta a cair em meio a protestos, diz pesquisa

Thibault Camus/Reuters
02.dez.2018 - O presidente da França, Emmanuel Macron, visitou o Arco do Triunfo, pichado com protestos contra ele, e observou os danos causados pelos "coletes amarelos" no sábado na região pariense Imagem: Thibault Camus/Reuters

04/12/2018 10h26

Os índices de aprovação do presidente francês, EmmanuelMacron, e do primeiro-ministro, Édouard Philippe, voltaram a cair em meio aos protestos dos "coletes amarelos", de acordo com uma pesquisa Ifop-Fiducial para a revista Paris Match e a rádio Sud publicada nesta terça-feira (4).

A aprovação de Macron caiu para 23% na sondagem realizada no final da semana passada, seis pontos a menos do que no mês anterior. O respaldo a Philippe recuou 10 pontos e ficou em 26%.

Leia mais:

O índice do presidente empata com o pouco reconhecimento de seu antecessor, François Hollande, no final de 2013, segundo a Paris Match. À época, Hollande era considerado o líder menos popular da história francesa moderna.       

As primeiras manifestações dos "coletes amarelos" ocorreram em 17 de novembro em repúdio a aumentos nos impostos dos combustíveis, e desde então se tornaram um movimento de protesto mais abrangente e um levante anti-Macron.

Os protestos realizados em Paris no dia 1º de dezembro foram particularmente violentos -- o Arco do Triunfo foi vandalizado, assim como diversas avenidas no entorno da Champs Élysées.

O governo francês suspendeu, nesta terça-feira, por seis meses aumentos previstos para três impostos sobre combustíveis, em resposta aos protestos.