PUBLICIDADE
Topo

Forças de Israel matam 3 palestinos a tiros durante protesto em Gaza

21/12/2018 16h29

GAZA (Reuters) - Forças israelenses mataram a tiros três palestinos, incluindo um adolescente, na Faixa de Gaza, durante o mais recente dos protestos semanais ao longo da fronteira com Israel nesta sexta-feira, disseram autoridades de saúde palestinas.

Cerca de 8 mil palestinos se reuniram perto da cerca da fronteira, disseram os militares de Israel. A maioria se manteve à distância, e alguns incendiaram pneus e tentaram detonar um artefato explosivo dentro de Israel, mas este não atravessou a divisa, segundo os militares.

    "Tropas reagiram com meios de dispersão de tumultos e dispararam de acordo com procedimentos operacionais padrão", disse uma porta-voz dos militares israelenses.

    O Ministério da Saúde de Gaza disse que Mohammad Jahjouh, de 16 anos, sofreu um ferimento fatal no pescoço e que 25 outros, inclusive um jornalista local, foram feridos por disparos de israelenses.

Mais tarde, a pasta informou que dois homens, com idades de 28 e 40 anos, morreram em dois locais separados da fronteira.

Autoridades de saúde de Gaza, que é controlada pelo grupo islâmico Hamas, afirmam que mais de 220 palestinos foram mortos desde que os protestos semanais tiveram início em 30 de março para exigir um afrouxamento do bloqueio de Israel ao território e o direito de voltar a terras perdidas na guerra de 1948 que levou à fundação de Israel.

    Israel descartou tal direito por medo de o país perder sua maioria judia.

Alarmados com a violência, o Egito, a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Catar têm buscado maneiras de melhorar as condições de vida no enclave.

    Israel retirou colonos e soldados de Gaza em 2005, mas mantém um controle rígido sobre suas fronteiras terrestres, aéreas e marítimas. O processo de paz israelo-palestino está travado há vários anos.

    (Por Nidal Almughrabi)