PUBLICIDADE
Topo

Presidente do Irã apresenta orçamento e diz que sanções vão atingir crescimento

25/12/2018 16h29

DUBAI (Reuters) - O presidente do Irã, Hassan Rouhani, apresentou nesta terça-feira um orçamento estatal de 47 bilhões de dólares com aumento de gastos em grupos de baixa renda, dizendo que as sanções dos Estados Unidos afetarão as vidas das pessoas e o crescimento econômico, mas não deixarão o governo de joelhos.

O presidente Donald Trump retirou os Estados Unidos de um acordo nuclear multilateral com o Irã em maio e restabeleceu sanções sobre o país, incluindo sobre sua importante indústria de petróleo.

"O objetivo da América é deixar o sistema islâmico do Irã de joelhos... e eles fracassarão, mas as sanções irão sem dúvida afetar as vidas das pessoas, e o desenvolvimento do país e seu crescimento econômico", disse Rouhani ao parlamento em um discurso ao vivo na televisão estatal.

Ele informou o valor do orçamento preliminar, excluindo os gastos das empresas estatais, a cerca de 4,700 trilhões de rials para o novo ano iraniano, que começa no dia 21 de março.

O número subiu dos 3,700 trilhões de rials propostos para este ano, mas o novo orçamento vale aproximadamente a metade do anterior por conta do enfraquecimento da moeda iraniana.

Sob taxas não oficiais de câmbio utilizadas no mercado livre, o orçamento é de cerca de 47 bilhões de dólares.

(Reportagem da Redação de Dubai)