PUBLICIDADE
Topo

Tornado incomum deixa ao menos três mortos em Havana

28/01/2019 16h14

HAVANA (Reuters) - Um tornado incomum atingiu vários bairros de Havana na noite de domingo, deixando ao menos três mortos e inúmeros feridos pelo caminho, reduzindo construções a ruínas e arrancando tetos.

O tornado, que ainda deixou boa parte de Havana sem eletricidade, foi o primeiro a golpear a capital cubana em décadas e foi descrito pelo jornal do governista Partido Comunista como um evento "extraordinário".

"Parecia o motor de um avião enorme", contou Julio César García Martínez, morador do bairro 10 de Octubre, um dos mais afetados. "Os tetos desabavam", acrescentou enquanto observava uma palmeira gigantesca que esmagou seu Lada.

De madrugada o presidente Miguel Díaz-Canel visitou um dos bairros mais prejudicados. "Os danos são graves, até o momento lamentamos a perda de 3 vidas humanas e estamos atendendo 172 feridos", escreveu no Twitter.

Meios de comunicação estatais alertaram os moradores do oeste de Cuba que uma frente fria que se aproxima do norte e os ventos do sul criariam ventos fortes, tempestades elétricas e chuvas torrenciais na área.

"Esta é uma catástrofe tremenda, algo que não havia visto em meus 58 anos de vida", disse Nicanor Pidal. "Nunca havia visto nada assim, deixou mais destruição que um furacão".

(Por Marc Frank; reportagem adicional de Sarah Marsh e Reuters TV)