PUBLICIDADE
Topo

Organização diz que 24 bispos poloneses encobriram casos de abuso sexual de menores

21/02/2019 15h03

VARSÓVIA (Reuters) - Uma organização de caridade polonesa que ajuda vítimas de abuso infantil cometido por padres católicos acusou nesta quinta-feira 24 bispos de encobrirem autores de molestação sexual de menores.

A organização Have No Fear (Não Tenha Medo, em tradução livre) fez a alegação em um relatório divulgado no momento em que o papa Francisco reúne líderes católicos de todo o mundo para discutir os escândalos de abuso sexual infantil por padres que têm devastado a credibilidade da Igreja nas últimas três décadas.

O relatório, que foi entregue ao papa, identificou bispos poloneses acusados de "encobrir crimes clericais e transferir padres pedófilos de uma paróquia a outra".

O documento acrescenta: "Apesar do fato de que a mídia polonesa fala quase todos os dias dos abusos de clérigos contra crianças, os bispos ainda não fazem nada sobre isso".

Um porta-voz do Episcopado polonês se recusou a comentar de imediato.

A conferência de quatro dias no Vaticano, dedicada à "prevenção do abuso de menores e de adultos vulneráveis" tem como objetivo reforçar as tentativas de coordenar uma resposta global à crise.

A Have no Fear disse que alguns representantes da Igreja também não reportam crimes sexuais cometidos por clérigos a procuradores poloneses.