PUBLICIDADE
Topo

Não trabalhamos com intervenção na Venezuela, diz porta-voz da Presidência

O general Otávio Santana do Rêgo Barros, porta-voz do governo de Jair Bolsonaro - Mateus Bonomi/AGIF
O general Otávio Santana do Rêgo Barros, porta-voz do governo de Jair Bolsonaro Imagem: Mateus Bonomi/AGIF

Lisandra Paraguassu

18/03/2019 20h46

O porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, afirmou nesta segunda-feira que o Brasil entende que a situação da Venezuela tem de ser resolvida dentro da diplomacia, descartando qualquer possibilidade de aderir a uma intervenção militar.

"Não trabalhamos com intervenção na Venezuela, até porque afronta a nossa Carta Magna", disse ele, em entrevista depois do discurso do presidente Jair Bolsonaro à Câmara do Comércio dos Estados Unidos.

O porta-voz disse também que não se pode "olvidar da China como um grande parceiro", pouco depois de Bolsonaro ter defendido o aumento das parcerias com os Estados Unidos.

Segundo Rêgo Barros, o presidente precisa se debruçar sobre um eventual acordo de livre comércio com os EUA e frisou que o diálogo sobre acordo comercial com os norte-americanos foi reforçado agora com o ideário de Bolsonaro.