Topo

Seca revela templo perdido na Tailândia que estava submerso por barragem

1.ago.2019 - Pessoas caminham pelas ruínas de um templo budista, que ressurgiu em uma barragem devido à seca, em Lopburi, Tailândia - Soe Zeya Tun/Reuters
1.ago.2019 - Pessoas caminham pelas ruínas de um templo budista, que ressurgiu em uma barragem devido à seca, em Lopburi, Tailândia Imagem: Soe Zeya Tun/Reuters

Prapan Chankaew

06/08/2019 12h54

Milhares de pessoas estão visitando um templo budista na Tailândia que foi exposto depois que a seca baixou os níveis de água de um reservatório da represa no qual ficava submerso.

Como o reservatório atingiu menos de 3% da capacidade, os restos de Wat Nong Bua Yai, um templo moderno submerso durante a construção da barragem há 20 anos, se tornaram visíveis no meio de terra seca.

Alguns monges budistas estavam entre as centenas de pessoas que caminhavam na semana passada entre as estruturas do templo quebrado em terra rachada repleta de peixes mortos para prestar homenagem a uma estátua de Buda de quatro metros de altura decapitada, adornando-a com flores.

Uma família reza perto das ruínas de uma estátua de Buda sem cabeça, que ressurgiu em uma barragem devido à seca, em Lopburi, Tailândia - Soe Zeya Tun/Reuters
Uma família reza perto das ruínas de uma estátua de Buda sem cabeça, que ressurgiu em uma barragem devido à seca, em Lopburi, Tailândia
Imagem: Soe Zeya Tun/Reuters

"O templo é normalmente coberto por água. Na estação das chuvas, você não vê nada", disse Somchai Ornchawiang, um professor aposentado de 67 anos.

Ele lamentou a inundação do templo, mas agora está preocupado com o dano que a seca está causando nas terras agrícolas, acrescentou.

A barragem, com capacidade para 960 milhões de metros cúbicos de água, normalmente irriga mais de 1,3 milhão de acres (526 mil hectares) de terras agrícolas em quatro províncias, mas a seca reduziu para apenas 3.000 acres (1.214 hectares) na única província de Lopburi.

O departamento de meteorologia diz que a Tailândia está enfrentando sua pior seca em uma década, com os níveis de água nas barragens em todo o país tendo ficado muito aquém da média mensal.

O departamento de meteorologia diz que a Tailândia está enfrentando sua pior seca em uma década - Soe Zeya Tun/Reuters
O departamento de meteorologia diz que a Tailândia está enfrentando sua pior seca em uma década
Imagem: Soe Zeya Tun/Reuters

Yotin Lopnikorn, 38, chefe da aldeia de Nong Bua, que costumava ficar perto do templo, lembra-se de tê-lo visitado com amigos quando criança, antes da construção da represa forçar a saída dos aldeões.

Quando eu era jovem, sempre vinha encontrar amigos nas esculturas de elefantes em frente ao prédio principal para brincar lá
Yotin Lopnikorn

Na época, o templo era o centro da comunidade, utilizado para realizar rituais, festas e atividades educativas, além de funcionar como playground e área de lazer. Ao lado do complexo do templo estão os restos mortais de 700 famílias da aldeia.

As ruínas já haviam reaparecido antes, depois de uma seca em 2015.

"Esta é a segunda vez que vejo este templo nesta condição", disse Yotin. "Agora eu acho que precisamos salvar este lugar."

Na época, o templo era o centro da comunidade, utilizado para realizar rituais, festas e atividades educativas, além de funcionar como playground e área de lazer. - Soe Zeya Tun/Reuters
Na época, o templo era o centro da comunidade, utilizado para realizar rituais, festas e atividades educativas, além de funcionar como playground e área de lazer.
Imagem: Soe Zeya Tun/Reuters

Mais Internacional