Topo

Macron diz a Johnson que não há tempo para novo acordo do Brexit

O presidente da França, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, após encontro para discutir o Brexit - Gonzalo Fuentes/Reuters
O presidente da França, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, após encontro para discutir o Brexit Imagem: Gonzalo Fuentes/Reuters

Por William James e Michel Rose

Em Paris

22/08/2019 11h02

O presidente francês, Emmanuel Macron, foi firme ao dizer hoje ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que não há tempo suficiente para negociar um novo acordo de separação do Reino Unido da União Europeia.

Em sua primeira viagem ao exterior desde que assumiu como premiê, um mês atrás, Johnson alertou a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e Macron que eles enfrentarão um Brexit sem acordo potencialmente caótico no dia 31 de outubro a menos que a UE acerte um novo pacto.

O destino do Reino Unido está tão somente nas mãos de Johnson, disse Macron, acrescentando que, embora uma saída sem acordo não seja um cenário desejado pelo bloco, este estará preparado para tal eventualidade.

"Quero ser muito claro: no mês à frente, não encontraremos um novo acordo de retirada que se desvie muito do original", disse o líder da França no pátio do Palácio do Eliseu ao lado de Johnson.

Mas ele foi conciliador, acrescentando: "Ninguém esperará até 31 de outubro sem tentar encontrar uma boa solução."

Johnson disse a Macron que quer um acordo para o Brexit e que acredita que ainda é possível firmar um até o prazo de 31 de outubro.

Ele disse ter ficado "fortemente estimulado" com o que ouviu de Merkel durante as conversas em Berlim, na quarta-feira.

"Vamos fazer o Brexit, vamos fazê-lo sensível e pragmaticamente e no interesse dos dois lados e não vamos esperar até 31 de outubro", disse Johnson. "Vamos adiante no aprofundamento e na intensificação da amizade e da parceria entre nós."

Mais Internacional