PUBLICIDADE
Topo

EUA esperam que libertação de americano traga possível progresso com o Irã

Foto divulgada pelo ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, mostra o chanceler (à esquerda) ao lado do cientista iraniano Massud Soleimani - AFP
Foto divulgada pelo ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, mostra o chanceler (à esquerda) ao lado do cientista iraniano Massud Soleimani Imagem: AFP

David Brunnstrom

Em Washington

07/12/2019 13h16

Os Estados Unidos esperam que a libertação do cidadão norte-americano Xiyue Wang pelo Irã leve à libertação de outros americanos que estão lá e enxergam um sinal de que Teerã está disposto a conversar sobre outras questões, disse um alto funcionário da administração dos EUA neste sábado.

"Estamos esperançosos de que isso nos leve a um sucesso ainda maior com o Irã", disse o oficial a repórteres em uma teleconferência, acrescentando que Wang parecia estar com boa saúde e humor.

"Isso deve ser visto como um sinal de esperança pelas outras famílias", disse ele. "Espero que a libertação de Wang seja um sinal de que os iranianos estão percebendo que a prática da diplomacia de tomada de reféns realmente deve terminar se o Irã quiser se juntar à comunidade internacional".