PUBLICIDADE
Topo

EUA enviarão embaixador à Bolívia pela 1ª vez em mais de uma década

23/01/2020 19h58

MIAMI/LA PAZ (Reuters) - Os Estados Unidos pretendem enviar um embaixador à Bolívia para ajudar a restaurar "relações normais" entre os dois países, disse o subsecretário de Estado para Assuntos Políticos dos EUA, David Hale, em comunicado por vídeo divulgado nesta quinta-feira.

A medida, que marcará o retorno de um embaixador norte-americano a La Paz pela primeira vez em mais de uma década, enfatiza a rápida melhora nas relações desde que o atual governo interino da Bolívia assumiu após a renúncia de Evo Morales.

Os Estados Unidos mantinham um diplomata de baixo escalão no país sul-americano desde que Morales determinou que o último embaixador, Philip Goldberg, deixasse o país em 2008, acusando-o de estar por trás de protestos contra ele.

Morales renunciou sob pressão em novembro, depois de uma eleição contestada gerar amplos protestos e levar à retirada de apoio de aliados e de forças de segurança. Morales afirma que foi deposto em um golpe orquestrado pelos EUA.

Hale disse no vídeo, divulgado no site da embaixada norte-americana, que saúda a nova oportunidade de "fortalecer nosso relacionamento e entendimento mútuo".

"Como próximo passo, os Estados Unidos vão novamente enviar um embaixador a La Paz para continuar essas conversações e restaurar um relacionamento normal entre nossos povos."

(Reportagem de Humeyra Pamuk em Miami e Monica Machicao em La Paz)

Notícias