PUBLICIDADE
Topo

China critica saída dos EUA da OMS

08/07/2020 08h00

PEQUIM (Reuters) - A China criticou a planejada saída dos Estados Unidos da Organização Mundial da Saúde (OMS), afirmando nesta quarta-feira que a medida terá implicações graves para países em desenvolvimento.

Pequim está fazendo um apelo à comunidade internacional para ampliar o apoio à OMS, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, a jornalistas em um briefing diário.

A Organização das Nações Unidas (ONU) disse na terça-feira que os EUA deixarão a OMS em 6 de julho de 2021, depois de receber uma notificação da decisão do presidente norte-americano, Donald Trump, que acusa a agência de ser uma marionete da China durante a pandemia de coronavírus.

(Reportagem de Gabriel Crossley)