PUBLICIDADE
Topo

Senadora Kamala Harris é escolhida vice do democrata Biden na disputa à Presidência dos EUA

11/08/2020 17h31

Por James Oliphant

(Reuters) - O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, escolheu nesta terça-feira a senadora Kamala Harris, da Califórnia, como vice, o que a torna a primeira mulher negra em uma importante chapa presidencial na história dos EUA.

"Tenho a grande honra de anunciar que escolhi @KamalaHarris --uma lutadora incansável pelos pequenos e uma das melhores servidoras públicas do país-- como minha companheira de chapa", disse Biden no Twitter. A chapa vai enfrentar o presidente Donald Trump, do partido Republicano, que disputará a reeleição.

Com as turbulências sociais motivadas pela injustiça racial e pela brutalidade policial contra negros eclodindo no país há meses, Biden foi bastante pressionado para escolher uma mulher negra como vice. Harris também é a primeira ásio-americana a concorrer em uma grande chapa presidencial.

Com Harris, uma senadora da Califórnia que chegou a concorrer à Presidência antes de desistir da candidatura e declarar apoio a Biden, o ex-vice-presidente ganha uma política experiente e calejada pelo rigor da eleição presidencial de 2020. O pleito ocorrerá em 3 de novembro.

Harris, que quando eleita --em 2016-- se tornou a segunda mulher negra da história do Senado norte-americano, deve contribuir para a conquista do voto afroamericano, um dos mais leais aos democratas. Há quatro anos, a primeira queda em 20 anos no número de eleitores negros que foram às urnas contribuiu para a derrota de Hillary Clinton para Trump.

Biden, cuja campanha foi resgatada pelo voto dos negros na eleição primária da Carolina do Sul, em fevereiro, precisa do apoio da comunidade afroamericana para enfrentar Trump. Será crucial em Estados como Michigan, Pensilvânia e Wisconsin, onde Trump venceu por margens mínimas em 2016, mas pesquisas eleitorais têm mostrado o democrata à frente na corrida atual.

Harris, ex-promotora e procuradora-geral na Califórnia, é conhecida por seu método de questionamento muitas vezes agressivo no Senado, demonstrado especialmente na audiência de confirmação do juiz Brett Kavanaugh, da Suprema Corte norte-americana, em 2018.

A escolha da companheira de chapa também dá mais significado à campanha de Biden, que completará 78 anos em novembro e, caso seja eleito, se tornará o presidente mais velho da história dos EUA.

A idade de Biden tem gerado especulações sobre a possibilidade de ele servir por apenas um mandato, o que torna Harris uma grande concorrente à indicação presidencial democrata de 2024.

Harris será confirmada como candidata à vice-presidência na chapa de Biden na convenção democrata, que começa na segunda-feira, na qual Biden também será formalmente indicado para concorrer contra Trump.