PUBLICIDADE
Topo

Agência da UE inicia análise em tempo real de vacina contra Covid-19 da AstraZeneca

01/10/2020 12h56

(Reuters) - A agência reguladora de saúde da Europa comunicou nesta quinta-feira que iniciou uma análise contínua da vacina experimental contra Covid-19 da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, uma medida que visa acelerar qualquer processo de aprovação futuro.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) disse que seu comitê de medicamentos para humanos começou a avaliar a primeira leva de dados da vacina e que continuará a fazê-lo até dados suficientes estarem disponíveis e um pedido formal ser apresentado.

A notícia aumenta as chances de a vacina ser a primeira a ser aprovada na região, e chega poucas semanas depois de vários testes globais da vacina serem suspensos devido a uma doença inexplicável em um participante do estudo.

Na quarta-feira, a Reuters noticiou que os testes norte-americanos ainda estão em análise e que as agências reguladoras estão ampliando seu inquérito.

"Isto (a análise da EMA) não significa que já se possa chegar a uma conclusão sobre a segurança e a eficiência da vacina, já que grande parte dos indícios ainda será submetida ao comitê", disse a agência.

Dados de estágios iniciais de julho mostraram que a vacina provocou reações imunológicas em testes clínicos e não causou nenhum efeito colateral grave, sendo que as reações mais fortes ocorreram em pessoas que receberam duas doses. Dados sobre testes de estágio avançado são esperados em breve.

Assim que a análise for finalizada, a EMA fará recomendações finais à Comissão Europeia, que tem a palavra final sobre as aprovações --normalmente a comissão segue o aval da EMA.

A EMA iniciou meses atrás uma análise em tempo real semelhante do Veklury, da Gilead, como possível tratamento para Covid-19, e o tratamento antiviral recebeu uma aprovação condicional para uso em julho.

(Por Pushkala Aripaka em Bengaluru)