PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

OMS analisa vacina Pfizer/BioNTech para possível listagem de emergência

Ampolas da vacina da Pfizer contra a covid-19 - Divulgação
Ampolas da vacina da Pfizer contra a covid-19 Imagem: Divulgação

02/12/2020 09h51

GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial de Saúde (OMS) informou nesta quarta-feira que recebeu dados da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech e a está analisando para "possível listagem para uso emergencial", um marco para que países autorizem a aplicação em âmbito nacional.

Em uma referência à Agência Regulatória de Medicamentos e Saúde do Reino Unido (MHRA), que mais cedo aprovou a vacina Pfizer/BioNTech, a agência da ONU afirmou em comunicado à Reuters: "A OMS também está em discussões com a MHRA sobre a possibilidade de acessar algumas das informações da avaliação que fizeram, o que aceleraria a listagem emergencial pela OMS".

O Reino Unido aprovou a vacina contra a Covid-19 da Pfizer em parceria com a BioNTech, saindo na frente dos Estados Unidos e da União Europeia para se tornar o primeiro país ocidental a formalmente endossar um imunizante, que o governo britânico disse que começará a chegar para os mais vulneráveis na semana que vem.

Mike Ryan, principal autoridade de emergências da OMS, comemorou a notícia, acrescentando: "Não deveríamos parar, precisamos de mais do que três ou quatro vacinas".

"Precisamos aumentar a produção, precisamos puxar o preço para baixo", disse ele em um evento de uma rede social. "Precisamos de uma vacina de uma dose só", acrescentou.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Coronavírus