PUBLICIDADE
Topo

Com disparos de artilharia e flores, Reino Unido saúda príncipe Philip

10/04/2021 12h41

Por Natalie Thomas e Gerhard Mey

WINDSOR, Inglaterra (Reuters) - Salvas de tiros e de artilharia foram disparadas no Reino Unido neste sábado para marcar a morte do príncipe Philip, com uma enxurrada de homenagens ao homem que foi o pilar de força da rainha Elizabeth durante seu longo reinado.

Membros do público levaram flores aos arredores das residências reais, em tributo ao príncipe de 99 anos que passou mais de sete décadas ao lado da esposa.

Em sua conta oficial do Twitter, a família real publicou uma homenagem da rainha ao seu marido, feita no aniversário de 50 anos de casamento, em 1997.

"Ele tem sido simplesmente a minha força e estabilidade todos esses anos, e eu, toda sua família, e este e muitos outros países, temos com ele uma dívida maior do que ele um dia cobrará, ou que jamais saberemos?, disse.

As Forças Armadas marcaram a morte de Philipp ao meio-dia com uma salva de tiros. Unidades de artilharia em Londres, Edimburgo, Cardiff, Belfast e Gibraltar, e alguns navios de guerra, acionaram suas armas.

O Palácio de Buckingham deve anunciar detalhes do funeral ainda neste sábado.

Apesar de um pedido da família real para que o público obedecesse regras de distanciamento social contra a pandemia e evitasse visitas às residências, pessoas levaram cartazes e flores ao Castelo de Windsor e ao Palácio de Buckingham.

(Reportagem adicional de Helena Williams)