PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Rússia chama EUA de adversário e aconselha distância da Crimeia

Rússia chama EUA de adversário e aconselha distância da Crimeia - Getty Images
Rússia chama EUA de adversário e aconselha distância da Crimeia Imagem: Getty Images

13/04/2021 11h47

A Rússia classificou os Estados Unidos nesta terça-feira como seu adversário e orientou os navios de guerra norte-americanos a ficarem bem longe da Crimeia "para seu próprio bem", qualificando a mobilização dos EUA no Mar Negro como uma provocação concebida para testar os nervos russos.

Moscou anexou a Crimeia da Ucrânia em 2014, e dois navios de guerra norte-americanos devem chegar ao Mar Negro nesta semana em meio a uma escalada dos combates no leste ucraniano, onde forças do governo enfrentam separatistas apoiados pela Rússia em um conflito que Kiev diz já ter matado 14 mil pessoas.

"Os Estados Unidos são nossos adversários e fazem tudo que podem para minar a posição da Rússia na arena mundial", disse o vice-ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Ryabkov, segundo agências de notícias russas.

"Não vemos quaisquer outros elementos na abordagem deles. Estas são nossas conclusões."

O comentário leva a crer que o verniz de gentilezas diplomáticas que os ex-inimigos da Guerra Fria tentaram manter nas últimas décadas está se desgastando.

Em março, o presidente dos EUA, Joe Biden, disse pensar que seu homólogo russo, Vladimir Putin, é um assassino que "pagará um preço" pela suposta interferência nas eleições norte-americanas —uma acusação que Moscou nega.

As colocações de Ryabkov sugerem que a Rússia, por sua vez, reagirá robustamente contra o que vê como uma interferência inaceitável dos EUA em seu próprio quintal.

(Reportagem adicional de Maxim Rodionov)

Internacional