PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Mayra Aguiar conquista em Tóquio seu terceiro bronze olímpico no judô

29/07/2021 07h42

TÓQUIO (Reuters) - A brasileira Mayra Aguiar ficou com a medalha de bronze na categoria até 78kg do judô nos Jogos Olímpicos de Tóquio, nesta quinta-feira, sua terceira medalha olímpica de bronze, após também subir ao pódio em Londres 2012 e na Rio 2016.

A judoca se torna a primeira brasileira a conquistar três medalhas olímpicas em um esporte individual.

A medalha vem dez meses após Mayra sofrer uma grave lesão no joelho esquerdo que a fez passar por uma cirurgia e a afastou dos tatames até junho, quando disputou o Mundial, em Budapeste. As incertezas e as dificuldades enfrentadas pela lesão e pela pandemia trouxeram um peso maior à essa conquista para a atleta.

"Nunca chorei tanto. Estava chorando igual criança ali. É que está muito entalado. Tudo o que eu vivi, foi muito tempo de superação, uma atrás da outra", disse Mayra, segundo nota da Confederação Brasileira de Judô.

"E, hoje, poder concretizar com uma medalha é muito importante para mim. É a maior conquista que eu já tive em toda a minha carreira. Por tudo o que aconteceu, tudo o que vivi, poder estar com isso concretizado é muito gostoso, está sendo muito bom", acrescentou.

A medalha de ouro ficou com a japonesa Shori Hamada, campeã mundial de 2018, após vitória sobre a francesa número um do mundo Madeleine Malonga, que levou a prata. A outra medalha de bronze foi conquistada pela alemã Anna-Maria Wagner.

Em sua trajetória até o bronze, Mayra estreou vencendo a israelense Inbar Lanir e na sequência foi derrotada nas quartas de final para a judoca alemã Wagner, atual campeã mundial, no golden score, indo para a repescagem, onde venceu a russa Aleksandra Babintseva e depois a sul-coreana Hyunji Yoon, com uma imobilização.

A medalha de Mayra é a segunda do judô brasileiro em Tóquio --Daniel Cargnin também levou bronze. O Brasil soma ainda um ouro no surfe com Ítalo Ferreira, duas pratas no skate, com Rayssa Leal e Kevin Hoefler, e outro bronze com Fernando Scheffer na natação.