PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Senado dos EUA faz rara sessão de sábado sobre projeto de infraestrutura de US$ 1 trilhão

31/07/2021 12h58

Por Susan Cornwell

WASHINGTON (Reuters) - O Senado dos EUA, em uma rara sessão de sábado, trabalhou em um projeto de lei que gastaria 1 trilhão de dólares em estradas, ferrovias e outras infraestruturas, enquanto legisladores de ambos os partidos buscavam promover a principal prioridade legislativa do presidente Joe Biden.

O ambicioso plano tem o apoio de democratas e republicanos e já superou dois obstáculos por amplas margens no Senado dividido.

Mas até agora nenhum legislador viu o texto final do projeto, que inclui cerca de 550 bilhões de dólares em novos gastos e ainda estava sendo redigido no sábado. Os votos anteriores foram a favor de um projeto de lei que será adicionado à legislação real assim que estiver concluído.

"Assim que o grupo bipartidário concluir o texto legislativo, vou oferecê-lo como uma emenda substituta", disse o democrata Chuck Schumer no sábado.

"O Senado vai avançar nos dois trilhos de infraestrutura antes do início do recesso de agosto. Quanto mais tempo levar para terminar, mais tempo estaremos aqui. Mas vamos fazer o trabalho."

Depois de aprovar a conta de 1 trilhão de dólares, Schumer pretende avançar em um amplo pacote de 3,5 trilhões de dólares que se concentra na mudança climática e na assistência domiciliar para idosos e crianças. Isso enfrenta forte oposição republicana e alguma dissidência entre os democratas moderados.

O Senado votou 66-28 na sexta-feira para aceitar o projeto, com 16 republicanos se juntando a todos os 48 democratas e dois independentes no apoio.

O pacote aumentaria dramaticamente os gastos do país em estradas, pontes, trânsito e aeroportos. Os defensores previram que no final das contas será aprovado pelo Senado e pela Câmara dos Representantes, chegando à mesa de Biden para que ele o sancione.

Inclui cerca de 550 bilhões de dólares em novos gastos, além dos 450 bilhões de dólares que foram aprovados anteriormente. Também inclui dinheiro para eliminar canos de água com chumbo e construir estações de carregamento de veículos elétricos.

(Reportagem de Susan Cornwell, reportagem adicional de Ted Hesson e Andy Sullivan; Edição de Scott Malone e Alistair Bell)