PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Austrália endurece restrições contra covid, prorroga lockdown em Brisbane e patrulha Sydney com soldados

31.jul.2021 - Moradores de Brisbane, na Austrália, fazem compras em um supermercado antes de a cidade entrar em lockdown - Patrick Hamilton/AFP
31.jul.2021 - Moradores de Brisbane, na Austrália, fazem compras em um supermercado antes de a cidade entrar em lockdown Imagem: Patrick Hamilton/AFP

Por Renju Jose e Colin Packham

02/08/2021 10h37Atualizada em 02/08/2021 11h30

SYDNEY (Reuters) - O estado australiano de Queensland prorrogou hoje um lockdown contra a covid-19 em Brisbane, e soldados começaram a patrulhar Sydney para impor regras de confinamento domiciliar no momento em que a Austrália luta para deter a disseminação da variante delta do coronavírus, altamente contagiosa.

Queensland disse ter detectado 13 casos novos de covid-19 contraída localmente nas últimas 24 horas —o maior aumento diário registrado pelo estado em um ano. O lockdown de Brisbane, a terceira maior cidade da Austrália, deveria terminar amanhã, mas agora vigorará até a noite de domingo (8).

"Está começando a ficar claro que o lockdown inicial será insuficiente para o surto", disse o vice-premiê estadual de Queensland, Steven Miles, aos repórteres em Brisbane.

Queensland ainda não descobriu como um aluno de uma escola contraiu o vírus, mas está obrigando os estudantes de várias escolas e seus familiares, inclusive os do ministro da Defesa do país, Peter Dutton, a ficarem em casa.

Dutton disse hoje que se ausentará do Parlamento durante duas semanas, já que foi orientado a ficar em quarentena em casa durante 14 dias porque seus dois filhos frequentam uma escola ligada ao surto.

Os números crescentes de casos novos em duas das maiores cidades australianas coincidem com um descontentamento cada vez maior com a maneira como o governo do primeiro-ministro Scott Morrison está lidando com a pandemia.

Coronavírus