PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Ativistas afegãs protestam em frente ao Ministério da Mulher, fechado pelo Taliban

19/09/2021 15h01

(Reuters) - Cerca de duas dezenas de mulheres ativistas protestaram em frente ao ministério da mulher do Afeganistão neste domingo, depois que a pasta foi fechada pelo Taliban e substituída pelo Ministério para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício.

Funcionárias disseram que tentaram voltar a trabalhar no ministério durante várias semanas desde a chegada do Taliban ao poder no mês passado, apenas para serem informadas de que deveriam voltar para casa.

A placa fora do Ministério da Mulher foi substituída por uma do Ministério para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício.

Quando o Taliban estava no poder entre 1996 e 2001, garotas não podiam frequentar escolas e as mulheres eram proibidas de trabalhar e estudar.

Durante esse período, o Ministério para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício tornou-se conhecido como a polícia moral do grupo, reforçando sua interpretação da lei da sharia que inclui um código de vestimenta rígido e execuções públicas e açoites.