PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Casos de Covid-19 disparam na Alemanha, líderes estaduais debatem resposta

22/10/2021 09h25

BERLIM (Reuters) - Uma métrica crucial de infecções pelo coronavírus na Alemanha aumentou acentuadamente ao longo da última semana, mostraram dados nesta sexta-feira, elevando a possibilidade de restrições mais duras à medida que o inverno se aproxima.

A taxa de incidência de casos de sete dias, que é usada para decidir restrições contra a Covid-19, disparou mais de 26 pontos em uma semana, alertou o Instituto Robert Koch, responsável pelo controle de doenças.

O aumento surge no momento em que líderes de 16 Estados alemães estão debatendo planos pandêmicos. Um estado de emergência de âmbito nacional deve vencer em 25 de novembro, o que significa que as restrições expirarão automaticamente, a menos que sejam prorrogadas em uma votação parlamentar.

O número de infecções novas por 100 mil habitantes ao longo de sete dias chegou a 95,1 – uma semana atrás era de 68,7, disse o instituto.

Um total de 19.572 infecções novas foram relatadas nesta sexta-feira, 8.054 a mais do que o mesmo período de sexta-feira passada, acrescentou.

Mais de 1.500 pacientes de Covid-19 estão em unidades de tratamento intensivo, e uma semana atrás eram cerca de 1.400, mostraram cifras da associação de medicina intensiva e emergencial Divi na quinta-feira.

"A quarta onda começa agora, e ainda está ganhando velocidade", disse Christian Karagiannidis, chefe cientifico do Divi, no Twitter no mesmo dia.

Os premiês estaduais da Alemanha dificilmente suspenderão regras exigindo distanciamento social, uso de máscaras e prova de vacinação, recuperação ou resultado de exame negativo para o acesso à maioria dos espaços públicos fechados.

(Por Miranda Murray)